Mas Afinal, atualmente, O que é ser Livre ?

Toca o despertador, levanto-me atrasado, visto minha roupa de trabalho,o mesmo uniforme de sempre, me olho no espelho, vejo meu rosto de infância tenho vagas lembranças daquela época de liberdade onde minha única preocupação era conseguir umas moedas pra comprar um pacote de biscoito, jogo uma água na cara pra tirar o resto do sono, corro até a mesma lanchonete de sempre, tomo um copo e café amargo de sempre, desci até a estação  e entrei
no metrô:

Me sentei tão espremido que só consegui sentir o  mal odor das axilas de uma senhora obesa carregando inúmeras sacolas, aqui estamos, eu e todos condenados a essa perdição, sedentos de sono, estressados, preocupados, apertados em uma caixa de metal ambulante  onde mal consigo respirar, as vezes com o bônus de pegar alguma gripe que é repassada como uma corrente popular, mal cheiro de cigarro, e choro atordoante de criança, todos os dias, duas horas dessa tortura, uma hora de ida e uma hora de volta.






Vejo pessoas a minha volta, as vezes algum bêbado fedendo álcool com a cabeça tombada tentando fugir da realidade, as vezes alguém ouvindo música nos fones fingindo estar vivendo, as vezes pessoas fantasiadas pra algum evento, mas o de sempre são pessoas como eu, vestidas a caráter para exercer uma função, que acordaram cedo e precisam chegar em horários fixos, um grupo de profissionais enjaulados a caminho da prisão de sua carreira.





Chego em meu escritório, a mesma pilha de notas, redações, e tarefas a serem cumpridas em prazo determinado, a mesma lata de lixo e a mesma pilha de eletrônicos inúteis ao redor, vejo os funcionários, poucos são pessoas boas, cumprindo suas tarefas como eu, ajudam quando preciso, e constantemente resolvem problemas dos outros de cabeça baixa, mas estes são minorias, a maioria é o tipo malandro, me cumprimentam com aquele sorrisinho falso, escoram serviço deles aos poucos  em mim, e nunca cometem erros, e se cometem a culpa é sempre do outro funcionário ou do cliente, e quando eu cometo um erro, o sarcasmo, arrogância  e ironia é garantida, são fúteis, egocêntricos, se acham mais importantes do que os outros só por causa de seus cargos, se sentem como se fossem semi-deuses, repugnante ! e entre todos os patrões notei um comportamento em comum, a empresa sempre cai aos pedaços no recinto interno, e desde que tudo esteja funcionando de forma mais precária possível, não importa, o que importa é o dinheiro entrando no caixa.



O almoço é sempre a comida tratada cultivada com agrotóxicos, as vezes comida enlatada industrializada, macarrões instantâneos, e as vezes preciso resolver algo na rua e nem da pra comer algo nessa uma hora de almoço que passa como se fosse quinze minutos, sempre a mesma porcaria de sempre, comida industrial e refrigerante artificial, me transportando em caixas, como um zoológico humano.




Depois de um longo dia de trabalho em que minha cabeça já esta doendo daquela forma que não sei se é nos olhos, na cabeça ou no dente, por causa do excesso de ficar de frente a um computador, ainda tenho que tolerar algum cliente que chega na hora que estou fechando o as portas, e incomodar mais uma meia hora (não contabilizada no meu salario claro), pedindo algo que esta fora do meu alcance ou que seja da área de um outro funcionário que já foi embora mais cedo, é nessas meias horas que preciso operar milagres como se o dia todo de trabalho não fosse suficiente.






Depois da tortura do metrô novamente até chegar em casa, tomar um banho, me alimentar e deitar, pra repetir tudo novamente, contando nos dedos o sábado e domingo, que uso só para dormir e descansar, toda essa tortura pra pagar contas que apenas servem pra me manter vivo, para repetir tudo até ficar velho adoecer e morrer, chego a deprimente conclusão de que não trabalho pra viver, eu vivo para trabalhar, é isso que todos da família acham normal e decente, todo dia, é uma cópia, de uma cópia de uma cópia de uma cópia, as vezes eu desconheço quem sou, e acho que estou vivendo como uma máquina, uma máquina de repetir e repetir, não, não era isso que eu queria, como as pessoas se conformam tanto e acham isso normal ?


Um comentário:

--------->>> REGRAS <<<--------------

- Este blog não fecha parcerias com outros blogs e nem com empresas
- Comentários ofensivos NÃO SERÃO LIDOS E SIM ´´EXCLUÍDOS´´
- Reporte erros e falhas do blog como links quebrados, videos fora do ar ou equívocos, agradeço.
- Não coloque links dentro do comentário, coloque em ´´comentar como nome/url´´
- Você tem alguma dica, indicação, sugestão que complementa o post ? comenta ai que eu avalio e adiciono ao post !
- Se desejar que eu responda, cite meu nome ou faça uma pergunta e responderei assim que possível
- Seja educado
Obrigado pela visita